Saúde e bem estar

A sua vida, mais saudável.

Você já parou para analisar suas manchinhas?

Postado em 18 de janeiro de 2017


Tem coisa melhor que aproveitar a praia, a piscina, um belo banho de mangueira e tantas outras delícias que o verão proporciona? Mas para usufruir de tudo isso com saúde é preciso tomar cuidado. A exposição excessiva ao sol é a principal responsável pelo desenvolvimento do câncer de pele, doença que equivale a 30% do total de cânceres no Brasil, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), sendo o tipo com maior incidência no país.

A maneira mais eficaz de combater o problema é proteger-se do sol com o uso correto de protetores solares. E a Adânia Smaniotto, funcionária da operadora, aprendeu da pior maneira sobre a importância da fotoproteção. Ela tinha uma manchinha no rosto, que não dava muita importância. Com o passar do tempo, percebeu que o sinal eventualmente sangrava, resolveu então procurar uma dermatologista. "No primeiro momento, a profissional explicou que se tratava de uma ceratose e que esse tipo de pele (branca) tem mais propensão a ter tal problema. Explicou que a ceratose poderia evoluir para um câncer de pele. Ela receitou uma medicação para remover a mancha, porém um ano depois ela voltou", conta.

Adânia retornou à dermatologista, que fez a coleta do material para realizar biópsia, confirmando o resultado: carcinoma basocelular superficial. "Só de ouvir a palavra `câncer de pele¿ fiquei em estado de choque, pensei no pior, vou morrer. Procurei ler e me informar sobre esse assunto, então fui me acalmando e vendo que meu problema tinha solução", disse.

Ela passou por um procedimento para retirada do câncer com um cirurgião oncológico e passou a fazer acompanhamento a cada 6 meses. "Na adolescência eu não dava importância, não me cuidava, ficava no sol sem proteção, não cuidava o horário de exposição. Hoje não saio de casa sem protetor solar, tanto no verão quanto no inverno, e principalmente no rosto, pois esse tipo de câncer aparece com mais frequência na face, nariz e cabeça", alerta Adânia. "Na praia ou piscina, sempre uso todas as proteções, além do protetor solar, guarda-sol, chapéu, óculos e cuido, principalmente, o horário", completa.

Se diagnosticado precocemente, todos os tipos de cânceres têm chance de cura. Por isso, examine regularmente sua pele e procure imediatamente um dermatologista caso perceba pintas ou sinais suspeitos. Cuide-se!

  • Categoria: Sua pele, Sua saúde
  • Tags:

Envie Seu Comentário