Saúde e bem estar

A sua vida, mais saudável.

Câncer de pele: a prevenção é fundamental

Postado em 09 de dezembro de 2021



A dermatologia tem um papel fundamental no cuidado com o câncer de pele, principalmente na prevenção. É por causa dessa doença que nós sempre explicamos aos pacientes o quanto é importante usar protetor solar diariamente e tomar cuidado com a exposição ao sol. Nesse texto, vou explicar um pouco mais sobre a doença, para que você faça uma prevenção consciente.

O câncer de pele é o crescimento anormal e descontrolado das células da pele. Como a pele é formada por camadas, os tipos de câncer de pele são vários, dependendo da camada que atinge.

 Os tipos são:

- carcinoma basocelular: é o mais comum. Atinge a camada mais profunda da epiderme, que é a parte exterior da pele. Surge nas partes que ficam expostas ao sol, como rosto, pescoço e ombros.

- carcinoma espinocelular: é o segundo mais comum. Atinge as células escamosas da pele e pode surgir em qualquer lugar do corpo, embora também seja mais comum naquelas expostas ao sol. É bem mais comum em homens.

- melanoma: é o mais raro, mas também o mais grave e com maior índice de mortalidade. Porém, as chances de cura são de 90% em boa parte dos casos. Tem a forma de uma "pinta" de cor escura e que muda de cor e formato. É importante dizer que o melanoma pode ser confundido com um sinal de pele comum e ignorado, por isso é importante se consultar sempre com a dermatologista, que sabe diferenciar os dois no exame.

Sintomas:

O câncer de pele geralmente se manifesta na forma de pintas, eczemas e lesões. Podem ser de cores variadas e apresentar sangramento. Um sintoma característico das lesões de câncer de pele é a irregularidade nas bordas e a mudança de tamanho.

Além disso, melanomas metastáticos podem ainda causar nódulos na pele, inchaço nos gânglios linfáticos, falta de ar ou tosse, dores abdominais e de cabeça.

Tratamentos:

Quando antes for feito o diagnóstico, melhores serão as chances de cura no tratamento. Existem diversas opções de tratamento, e a escolha vai depender do tipo de câncer. Mas a maior parte deles são procedimentos simples. Os tratamentos de câncer de pele mais comuns são:

- cirurgia excisional;

- curetagem e eletrodissecção;

- criocirurgia;

- cirurgia a laser;

- cirurgia micrográfica de Mohs;

- terapia fotodinâmica (PDT);

- radioterapia, quimioterapia e imunoterapia.

Prevenção:

A prevenção do câncer de pele é fundamental, e é especialmente importante falar dela porque, mesmo com bastante conscientização, as pessoas ainda cometem muitos erros e acabam aumentando suas chances de ter a doença.

As medidas de prevenção contra o câncer de pele são:

- se proteger do sol usando chapéus, camisetas e protetor solar;

- evitar a exposição ao sol entre 10 e 16 horas;

- na praia ou piscina, preferir barracas feitas de algodão ou lona, que absorvem 50% da radiação ultravioleta;

- usar filtro solar todos os dias, mesmo que esteja nublado, e só usar os protetores com fator mínimo 30 e que tenham proteção contra UVA e UVB também;

- observar regularmente a própria pele e ficar atento a pintas e manchas.

Mesmo fazendo tudo isso, é importante consultar com uma dermatologista ao menos uma vez ao ano para uma consulta de rotina. Uma pinta que você considerou normal pode ser um problema e só a dermatologista saberá avaliar isso. Cuide bem da sua pele e previna-se contra o câncer.

  • Categoria: Sua pele, Sua saúde
  • Tags:

Envie Seu Comentário