Saúde e bem estar

A sua vida, mais saudável.

Você conhece todos os tipos de hepatites virais?

Postado em 03 de maio de 2017



As hepatites são doenças originadas por vírus que prejudicam o fígado e podem causar cirrose e câncer. Elas são silenciosas e normalmente detectadas quando já estão em estágio avançado. Existem cinco tipos de hepatite, classificadas por letras: hepatite A, B, C, D e E. Alguns sintomas comuns são febre, fraqueza, mal-estar, dor abdominal, enjoos e náuseas, vômitos e perda de apetite. Para se prevenir, é importante observar as condições de higiene e saneamento básico. Mas qual a diferença de uma para outra?

Hepatite A

A hepatite A, conhecida como "hepatite infecciosa", é causada pelo vírus A (VHA) e é uma doença contagiosa. Ela pode ser transmitida no contato com indivíduos ou no consumo de água e alimentos que estejam contaminados pelo vírus. Na maioria dos casos não apresenta sintomas, porém os mais comuns são cansaço, tontura enjoo e/ou vômitos, febre, dor abdominal, peles e olhos amarelados, urina escura e fezes claras.

Dicas de prevenção: 
- Lavar as mãos após ir ao banheiro e antes de preparar alimentos;
- Lavar bem os alimentos antes de consumi-los;
- Lavar adequadamente pratos, talheres, copos e mamadeiras;
- Não se expor a esgoto aberto;
- Caso haja algum doente com hepatite A em casa, utilizar hipoclorito de sódio a 2,5% ou água sanitária ao lavar o banheiro;
- Crianças: A vacina contra a hepatite A, está disponível nos postos de saúde da rede pública do país, para crianças com a partir dos 15 meses de idade. 

Hepatite B

O vírus da Hepatite B (HBV) está presente no sangue, no esperma e no leite materno. A hepatite B é considerada uma doença sexualmente transmissível e seus sintomas se manifestam de um a seis meses após a infecção. Os sintomas mais frequentes são cansaço, tontura, enjoo e/ou vômitos, febre, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras.

Dicas de prevenção: 
- Tomar as três doses da vacina contra hepatite B – disponível postos de saúde da rede pública do país;
- Usar camisinha em todas as relações sexuais;
- Não compartilhar objetos pessoais como: lâminas de barbear e depilar, escovas de dente, material de manicure e pedicure, equipamentos para uso de drogas, confecção de tatuagem e colocação de piercings.

Hepatite C

Causada pelo vírus C (HCV) a hepatite C, já foi chamada de "hepatite não A não B". Não existe vacina para essa doença e seus sintomas raramente de manifestam. Entretanto os sintomas mais comuns podem ser cansaço, tontura, enjoo e/ou vômitos, febre, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras. Assim como a B, a hepatite C é uma doença sexualmente transmissível. Ela não possui vacina, mas a sua prevenção é fácil.

Dicas de prevenção: 
- Não compartilhar com outras pessoas nada que possa ter entrado em contato com sangue, como seringas, agulhas e objetos cortantes;
- Usar camisinha em todas as relações sexuais.

Hepatite D

A hepatite do tipo D é um pouco diferente das anteriores. Isso porque, para contrair este tipo de hepatite é necessária a infecção prévia por hepatite B. Também chamada de Delta, a hepatite D é causada pelo vírus D (VHD). Ela pode ser transmitida simultaneamente à hepatite do tipo B ou em portadores do vírus B.

Dicas de prevenção: 
- Tomar as três doses da vacina contra a hepatite B, já que a hepatite D depende da presença do vírus do tipo B para contaminar uma pessoa;
- Usar camisinha em todas as relações sexuais;
- Não compartilhar objetos pessoas como: lâminas de barbear e depilar, escovas de dente, material de manicure e pedicure, equipamentos para uso de drogas, confecção de tatuagem e colocação de piercings.

Hepatite E

A hepatite E é causada pelo vírus VHE e é rara no Brasil, sendo mais comum na Ásia e na África. Sua transmissão pode ocorrer através do contato com indivíduos ou no consumo de água e alimentos que estejam contaminados pelo vírus. Assim como os outros tipos, a hepatite E é silenciosa, podendo apresentar alguns sintomas em raras exceções. Os sintomas mais frequentes são cansaço, tontura, enjoo e/ou vômitos, febre, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras.

Dicas de prevenção: 
- Lavar as mãos após ir ao banheiro e antes de preparar alimentos;
- Lavar bem os alimentos antes de consumi-los;
- Lavar adequadamente pratos, talheres, copos e mamadeiras;
- Não se expor a esgoto aberto.

Em todos os casos, a prevenção é essencial. Fique atento aos sintomas e consulte o seu médico. Cuide-se!

  • Categoria: Saúde da mulher, Saúde do homem, Sua saúde
  • Tags:

Envie Seu Comentário