Saúde e bem estar

A sua vida, mais saudável.

Dia Mundial de Combate à Hepatite

Postado em 19 de maio de 2022


Hoje é o Dia Mundial de Combate à Hepatite, data criada para reforçar a prevenção e também uma oportunidade para expandir e lembrar da cobertura da vacinação da hepatite. Então, aproveite este dia para conferir se está tudo ok com a sua carteira de vacinação.

Você sabia que a hepatite é uma inflamação nas células do fígado vinda de causas diversas? Ela pode ser causada por infecções, vírus, uso de álcool e medicamentos e, até mesmo, por doenças metabólicas e genéticas.

Cuidar do seu fígado é um passo importante para a sua saúde, pois ele é um órgão que desempenha inúmeras funções como, por exemplo, eliminar gorduras e micróbios, neutralizar a acidez do estômago e transportar toxinas para fora do corpo. Se você não tem costume de realizar exames para detectar enfermidades no seu fígado, é importante saber que dores musculares, febre, mal-estar, cansaço, urina escura e fezes claras, pele e olhos amarelados são alguns sintomas das hepatites. E, se não tratada, com o tempo o quadro pode evoluir. Atualmente, existem diversos tipos de hepatite, cada qual com diferentes causas e tratamentos, por isso fique atento, pois nem sempre há sintomas e muitas vezes grande parte das pessoas desconhecem ter a infecção. Isso faz com que essa patologia possa evoluir sem o devido diagnóstico.

Agora, se você é lactante, fique tranquila, a amamentação não é contraindicada na hepatite B, desde que sejam realizadas as medidas de prevenção adequadas.
Você pode cuidar da sua saúde e se proteger da hepatite A e B com vacinas, disponibilizadas pelo Governo Federal através do SUS. A imunização da Hepatite B está disponível para toda a população independentemente da faixa etária, já a da Hepatite A está disponível para crianças a partir de 15 meses a 4 anos, 11 meses e 29 dias.

Leve um estilo de vida saudável, realize consultas regulares e faça os exames de rotina que detectam esta e outras enfermidades. Cuidar de você e da sua saúde é o primeiro passo para ter uma vida saudável.

  • Categoria: Sua saúde
  • Tags:

Como você se organiza com a sua medicação?

Postado em 12 de maio de 2022


Nós, da Cabergs, queremos te fazer um alerta quanto aos riscos à saúde causados pela desorganização ao tomar os remédios. A ingestão de substâncias de forma inadequada pode causar reações como dependência, intoxicação e até a morte. Não usar nenhuma medicação sem a orientação médica é o início do uso racional dos medicamentos e saber organizar e guardar de forma adequada os seus medicamentos também contribui para um bom uso.

Com a passagem do tempo e o avanço da idade, é comum algumas pessoas precisarem seguir uma rotina para tomar seus medicamentos. A falta de organização pode fazer com que ocorra troca, esquecimento e até doses dobradas na medicação. Organizar os remédios fazendo uma tabela por períodos do dia e fixá-la em local visível ajuda manter a ordem. Geralmente são colocados nesta lista os seguintes tópicos: horário, dose, qual o medicamento, para que serve e o campo de observação. Utilizar caixas maiores com etiquetas identificadoras para organizar as embalagens pequenas é uma ótima forma de guardar os medicamentos. Para aqueles que precisam levar seus remédios nas saídas de casa, existem caixinhas organizadoras, com doses diárias e até semanais, que facilitam a organização e o transporte.

Manter os medicamentos em sua própria embalagem e com a sua bula ajuda a lembrar caso tenha esquecido para qual doença ele serve. É importante mencionar que os medicamentos devem ser mantidos em locais protegidos, longe das crianças, de insetos e roedores, de alimentos, de produtos químicos e de produtos para limpeza. Fique atento também pois há medicamentos que devem ser guardados em geladeira, outros longe de luz e calor. E por fim, não reutilize frascos, eles podem manter resíduos que podem contaminar o que for guardado naquele frasco e causar diversos malefícios à sua saúde.

  • Categoria: Sua saúde
  • Tags:

Dia Nacional sobre o uso Racional de Medicamentos

Postado em 05 de maio de 2022


Tomar medicamentos é coisa séria; nem todas as doenças exigem o uso deles, pois algumas são de curta duração e podem desaparecer sem o uso deste recurso. Hoje é o Dia Nacional do Uso Racional de Medicamentos, data criada para alertar sobre os riscos à saúde causados pela automedicação, e vamos falar sobre o assunto neste blog.

É importante dizer que os medicamentos são produtos que servem para prevenir o aparecimento de doenças, a exemplo do que ocorre com as vacinas. Servem para aliviar sintomas ou sinais como febre, bem como controlar doenças crônicas e reduzir o risco de complicações. Os medicamentos também servem para recuperar a saúde, a exemplo dos antibióticos e até mesmo auxiliar no diagnóstico de doenças, como aqueles utilizados em radiologia e outros exames.

E você sabia que os fitoterápicos e homeopáticos também são medicamentos? Os fitoterápicos são obtidos exclusivamente de plantas medicinais. Já os homeopáticos são derivados de plantas, animais, minerais, de substâncias biológicas ou sintéticas e são utilizados conforme os princípios da Homeopatia. Usar indiscriminadamente analgésicos para aliviar dores de cabeça pode mascarar os sintomas e agravar as reais causas da doença. Dados da Associação Brasileira das Indústrias Farmacêuticas (Abifarma), apontam que cerca de 20 mil pessoas morrem anualmente no país por conta da automedicação.

Mas o que é Uso Racional de Medicamentos?
De acordo com a Organização Mundial de Saúde – OMS, uso racional de medicamentos é quando os pacientes recebem medicamentos apropriados para suas condições clínicas, em doses adequadas às suas necessidades individuais, por um período adequado e ao menor custo para si e para a comunidade. Então não consuma remédios sem uma conversa esclarecedora com o seu médico, ele é o profissional que irá tirar todas as suas dúvidas e indicar como a medicação deve ser tomada, evitando assim os riscos do consumo equivocado.

  • Categoria: Sua saúde
  • Tags: