Saúde e bem estar

A sua vida, mais saudável.

Coronavírus, gripe ou resfriado?

Postado em 27 de março de 2020


Apesar de terem sintomas similares e se tratarem de doenças respiratórias, precisamos ficar atentos e, especialmente, fazer uma análise: se a pessoa que está com sintomas veio de algum local onde tenha doença ou se manteve contato com alguém com o diagnóstico positivo.

É importante saber também que a gripe é provocada pelo vírus influenza e é uma infecção respiratória aguda, causada pelos tipos A e B. Já a Covid-19 faz parte da família dos coronavírus. Logo, a vacina contra a gripe não protege contra a Covid-19, mas é uma forma de proteção daqueles que são mais vulneráveis às doenças respiratórias.

A Covid-19 começa com sintomas suaves semelhantes a um resfriado e pode também causar infecção do trato respiratório inferior, como as pneumonias. Os principais sintomas conhecidos até o momento são a febre, a tosse e a dificuldade para respirar, ou seja, uma mistura dos sintomas de resfriado com os da gripe.

A gripe geralmente tem duração entre um a quatro dias, já começa muito intensa e pode ter sintomas abruptos como febre alta, mal-estar generalizado e pode ainda levar a uma sinusite e até a uma pneumonia.

O resfriado tem um início gradual, dura de 3 a 5 dias e não costuma ter complicações graves.

Ficar atento às formas de transmissão pode ser importante na prevenção, pois estes vírus se espalham por gotículas de saliva, tosse e espirros, especialmente se a pessoa passar a mão contaminada nos olhos, nariz e boca.

Para saber mesmo se você está com o coronavírus, é necessário fazer testes que detectam o agente infeccioso pela sua carga genética, a partir de amostras das vias aéreas ou de catarro, quando se descarta a gripe e outras enfermidades; e também de um exame específico para o Sars-Cov-2, disponível nas redes pública e privada.

Tanto na gripe quanto no coronavírus podem haver pacientes assintomáticos, que são capazes de disseminar a enfermidade, colocando em risco os grupos mais vulneráveis: idosos, portadores de doenças crônicas e imunossuprimidos.

Caso você tenha viajado para locais onde há registro da pandemia ou teve contato com pessoas com confirmação do coronavírus, é importante avisar imediatamente os profissionais de saúde e evitar o contato com outras pessoas, para impedir a transmissão.


  • Categoria: Sua saúde
  • Tags:

Envie Seu Comentário