Saúde e bem estar

A sua vida, mais saudável.

A tecnologia a favor do combate ao câncer de próstata

Postado em 28 de novembro de 2019


Depois do diagnóstico, há diferentes maneiras de tratar o câncer de próstata: tudo depende do estágio da doença e das condições de saúde de paciente. Mas, conforme o tempo passa, a tecnologia se desenvolve e os tratamentos se aperfeiçoam.

Segundo a Sociedade Brasileira de Urologia, até 1982 nos Estados Unidos, menos de 5% dos pacientes passavam por cirurgia de próstata, por causa de complicações envolvidas. No entanto, em 1997, com o aperfeiçoamento da laparoscopia, já bem menos invasiva, a cirurgia passou a ser o tratamento mais utilizado e eficaz.

O desenvolvimento da técnica da cirurgia robótica há cerca de dez anos, mais ágil e segura, também é um marco. No procedimento, já disponível no Brasil, o médico é assistido por uma máquina que aumenta a precisão dos gestos cirúrgicos, reduzindo os riscos e garantindo melhores resultados. Atualmente, nos Estados Unidos, 75% das cirurgias para a retirada da próstata são feitas desta forma.

A tecnologia ganhou destaque também na exatidão do diagnóstico ao oferecer exames como tomografia computadorizada e cintilografia óssea para complementar o Antígeno Prostático Específico (PSA) e o toque retal. Também já existem, desde 2010, vacinas terapêuticas que alertam o sistema imunológico para a presença do câncer e estimulam as defesas do organismo a combatê-lo. É justamente nessa área da biotecnologia e da imunoterapia que se concentram as expectativas mais otimistas no combate da doença.

Todas essas técnicas revolucionárias estão curando muitos casos de câncer de próstata ou, pelo menos, prolongando a vida e proporcionando bem-estar a quem tem a doença. O mais importante, no entanto, continua sendo o diagnóstico precoce.

  • Categoria: Saúde do homem
  • Tags:

Envie Seu Comentário